Alunos do ‘Bom de Nota, Bom de Dança’ plantam mudas em comemoração ao dia da árvore, em Descalvado

    Alunos do ‘Bom de Nota, Bom de Dança’ plantam mudas em comemoração ao dia da árvore, em Descalvado

    imagem_release_1076579

    Ação foi promovida com o objetivo de incentivar a preservação do meio ambiente

    O dia da árvore é comemorado no Brasil em 21 de setembro e tem como objetivo principal a conscientização a respeito da preservação desse bem tão valioso. A data, que é diferente em outras partes do mundo, foi escolhida em razão do início da primavera, que começa no dia 23 de setembro no hemisfério Sul.

    Para celebrar, os alunos do núcleo Descalvado do “Bom de Nota, Bom de Dança” colocaram a mão na massa. Nos dias 20 e 21, as turmas de balé e danças urbanas plantaram cerca de 150 mudas de árvores nativas em uma área verde próxima à EMEF Dirce Sartori Serpentino, escola sede da iniciativa no município. As espécies escolhidas foram as quaresmeira, os ipês amarelo, roxo e branco, além do pau-brasil. As mudas e o local foram fornecidos pela Casa da Agricultura de Descalvado.

    Acompanhados pelos professores do projeto, pela assistente de coordenação da iniciativa, Luana Romanello, e pela coordenadora pedagógica da escola, Claudiana Abacker, os alunos se divertiram muito. Na oportunidade, os educadores também conversaram com as crianças sobre o plantio e a importância da preservação da natureza.

    “A ação foi melhor que esperávamos. Percebi que as crianças não queriam ir embora. Elas deram nomes para as mudas e fizeram questão de aguar cada uma das plantas. No fim, os alunos disseram que, sempre que puderem, vão voltar para acompanhar o desenvolvimento das árvores”, afirma Luana.

    “Foi um dia especial e as crianças gostaram muito. Um belo exercício de cidadania e respeito à natureza” comentou Renata Oliveira, professora de balé.

    “Gostei muito da atividade, senti confiança ao plantar a árvore e vou adorar voltar ao local pra ver como ela vai ficar”, disse Giovanna Vitória Silva, aluna do projeto.

    De acordo com a assistente Luana, a ação foi realizada com a proposta de contribuir com a proteção do meio ambiente, além de proporcionar uma experiência concreta que implicará em uma maior conscientização dos alunos. “Desta forma, as crianças começam a respeitar e preservar ainda mais a natureza”, conclui.

    Sobre o projeto

    O projeto oferece aulas de balé e danças urbanas de forma gratuita para meninos e meninas de sete a 12 anos de idade, matriculados na rede municipal de ensino de Descalvado. Recebendo os alunos em contra turno escolar, o “Bom de Nota, Bom de Dança” atende cerca de 130 crianças.

    A intenção do programa é levar a dança como uma forma de cultura para dentro das escolas, integrando o aprendizado em classe com as aulas no projeto. As crianças também recebem de forma gratuita lanche após cada aula e uniforme.                       

    As atividades no município começaram em fevereiro deste ano e fazem parte do Plano Anual do projeto, que também atende outras crianças nas cidades de Batatais, Lins e Serrana.

    Em Descalvado, as aulas acontecem na EMEF Dirce Sartori Serpentino, localizada na rua Rio de Janeiro, 563, no Jardim Albertina.

    As atividades do “Bom de Nota, Bom de Dança – Plano Anual” acontecem com recursos de incentivo fiscal da Usina Batatais, Usina Lins, Usina Ipiranga e Usina da Pedra. O projeto, organizado desde o início de 2017, é um plano anual via Pronac (Programa Nacional de Apoio à Cultura), com o objetivo e missão de levar e fomentar a cultura nessas cidades, em parceria com a educação.