Encerramento do “Bom de Nota, Bom de Dança” é sucesso em Batatais

    Encerramento do “Bom de Nota, Bom de Dança” é sucesso em Batatais

    imagem_release_1150104 (Medium)

    Espetáculo foi inspirado nas obras de Cândido Portinari e protagonizado pelos 140 alunos do projeto

    A magia tomou conta do Teatro Fausto Bellini Degani, na última sexta-feira (1º). Os alunos do projeto “Bom de Nota, Bom de Dança” protagonizaram o espetáculo “Rompendo a Tela”, que surpreendeu e encantou a plateia. A apresentação marcou o encerramento das atividades desenvolvidas pela iniciativa ao longo de 10 meses no município de Batatais.

    Durante o show, o público presente pode acompanhar a história de Maria Cândida em seu primeiro dia como educadora em um Museu de Artes Visuais no interior do Estado de São Paulo. A jovem ficou responsável pelas obras de Cândido Portinari. Após uma tarde de muito trabalho e estudos, ela tinha uma última missão: trancar o museu. Depois de apagar as luzes e fechar portas e janelas, as cortinas se abriram. A estátua de um dos maiores nomes das artes plásticas no Brasil e as suas tão famosas pinturas ganharam vida diante dos espectadores, que foram levados para uma noite mágica e cheia de aventuras. 

    Por meio do balé e das danças urbanas, os alunos, professores e monitores do projeto retrataram algumas das principais obras de Portinari, permitindo que o público conhecesse um pouco mais das telas “Estrela”, “O Espantalho”, “Menino Pulando Carniça”, “Menina Sentada”, “Retirantes”, “Dom Quixote e Sancho Pança Saindo para Suas Aventuras”, “Retrato de Olegário Mariano”, “As Lavadeiras”, “Jangada”, “Café”, “O Flautista”, “Futebol em Brodowski”, “Favela”, “A Árvore da Vida” e “Casamento na Roça”.  As interpretações arrancaram muitos aplausos.

    Ao fim do espetáculo, as crianças e a equipe da iniciativa se reuniram no palco, dando vida à pintura “Sagrada Família”. Emocionados, todos se abraçaram, demonstrando muito amor e gratidão pelo momento e pela oportunidade.

    Rodolfo Tarso, assistente de coordenação do núcleo, agradeceu a todos os envolvidos no evento, que trabalharam durante quase um ano para a concretização do espetáculo. Ele também citou a iniciativa como realizadora de sonhos e finalizou sua fala afirmando que “o sentimento é de dever cumprido”.

    Dançar não só é divertido como também muito favorável ao bem-estar físico e emocional das crianças. Além de melhorar a coordenação motora, os alunos afirmam que a dança os ajudou a serem mais disciplinados, concentrados e esforçados. Mas, para a grande maioria, o que aprenderam no projeto vai muito além da dança. Meninos e meninas contam que, com todos os ensinamentos, entenderam que amor, respeito e companheirismo podem ajudá-los muito, seja na carreira profissional ou na vida.

    O evento foi prestigiado por pais, convidados e representantes das entidades apoiadoras do projeto. Apesar do espetáculo de encerramento, as atividades continuam até o dia 15 deste mês.

    Sobre o projeto

    O “Bom de Nota, Bom de Dança” oferece aulas de balé e danças urbanas de forma gratuita para meninos e meninas de sete a 12 anos, regularmente matriculados na rede municipal de ensino de Batatais. Além das atividades, os pequenos também recebem lanche após cada aula e uniforme.

    A iniciativa busca levar aos alunos uma nova perspectiva de mundo, incentivando e integrando-os, tanto nos estudos como na dança. Entre os objetivos do projeto está o enriquecimento da formação integral das crianças com experiências culturais e a promoção de melhorias no desempenho escolar.

    Em Batatais, as aulas ocorrem na EMEB do CAIC Professor Gilberto Dalla Vecchia, na rua Coronel Joaquim Marques, 1260.

    As atividades são realizadas com recursos de incentivo fiscal da Usina Batatais, via Programa Nacional de Apoio à Cultura (PRONAC), com o objetivo e missão de levar e fomentar a cultura na cidade, em parceria com a educação.